scientifyRESEARCH
research funding database

Radioteraquiz: aprendizagem gamificada para profissionais médicos

Share this post

Radioteraquiz: aprendizagem gamificada para profissionais médicos Dra Maria Thereza Starling fundadora da Radioteraquiz

Prefácio: É um trabalho difícil trazer a melhor prática médica para cada paciente, por isso perguntamos a Maria Thereza, da Radioteraquiz, como o aprendizado ativo e gamificado pode ajudar os profissionais de radioterapia a se manterem atualizados e aprimorados em suas habilidades. Aprendemos que o aplicativo coloca informações recentes e baseadas em evidências sobre medicina radioterápica na palma da sua mão, e que Maria Thereza também expandirá para outras áreas este ano! Esta entrevista faz parte de nossa série contínua de conversas com empresas que estão construindo suporte inovador para cientistas. Read the English version of this article here!

Você pode nos contar um pouco sobre você e o que a levou a criar o Radioteraquiz?

Eu sou médica e fiz minha residência em Radioterapia, mas desde criança posso dizer que sou apaixonada por educação: sempre falei que seria professora e amo ensinar. Durante meus estudos para a prova de título de especialista, percebi o quanto seria útil ter recursos que ajudassem nos estudos… Depois de passar na prova, me dediquei a estudar a fundo as metodologias mais efetivas de estudo. Foram meses de planejamento até desenvolver toda a ideia do Radioteraquiz: uma plataforma na palma das mãos, com metodologia ativa e gamificada, com questões comentadas baseadas em evidência.

Qual tem sido a resposta dos profissionais de radioterapia que estudam pelo aplicativo gamificado?

Tivemos excelentes feedbacks desde o lançamento do aplicativo. Já nos primeiros meses, tivemos um alto engajamento dos usuários, com uma média de 4 horas por dia de atividade no aplicativo. Vários médicos entraram em contato para falar sobre o quão útil foi para os estudos da prova de título, além de ajudar bastante no aprendizado de radioterapia durante a residência.

As informações do estudo ajudam os profissionais de radioterapia a aprender sobre novas pesquisas ou protocolos na área à medida que ela se desenvolve?

Com certeza! Todas as questões do aplicativo são comentadas com informações baseadas na maior evidência disponível, sempre citando a referência. Além disto, teremos em breve uma área dentro do aplicativo onde destacaremos as novas publicações e estudos, visando sempre a atualização médica continuada.

Existe conteúdo para todos os tipos de profissionais – de técnicos em radioterapia a médicos especialistas?

O aplicativo tem questões voltadas para médicos e também profissionais da física médica dentro da radioterapia. Outros profissionais da área, como técnicos de radioterapia e dosimetristas, nos deram feedbacks bastante positivos sobre o conteúdo de Radiobiologia, Física Médica e CNEN – então posso dizer que temos conteúdos para diversos profissionais da área.

Você está planejando levar treinamento personalizado para outras especialidades médicas?

Sim! O Oncoteraquiz será lançado em Abril de 2023 e o Reumatoteraquiz tem a previsão de lançamento no segundo semestre de 2023.

O Radioteraquiz possui algum conteúdo que possa ajudar as pessoas a estudarem para ensaios clínicos ou atividades de pesquisa?

Ainda não temos conteúdos sobre pesquisa e estudos clínicos. Mas dentro da nossa área de vídeos e cursos, definitivamente seria um projeto interessante de ser executado.

Come você vai o futuro da Radioteraquiz?

Minha visão e maior desejo com o aplicativo é que, através da educação médica, consigamos impactar o maior número possível de profissionais possível e, consequentemente, pacientes com as melhores práticas médicas.

Agradecimento

Agradecemos a Maria pela entrevista!

Would you like to be featured on our blog?

Get in touch with us!

phd student funding

Sign-up for our monthly
research funding newsletter

you can unsubscribe at any time