scientifyRESEARCH
research funding database

ScientistsNeedMore: competências de investigação para cientistas

Share this post

ScientistsNeedMore! Research skills for scientists PD Dr. Daniel Mertens, founder and trainer. The Schiller & Mertens logo appears underneath this text and a photo of Daniel against a dark red city background is at the right.

Prefácio: No primeiro artigo da nossa nova série sobre empresas que prestam apoio inovador a investigadores, perguntámos ao Daniel Mertens, cientista, formador e fundador da ScientistsNeedMore, como desenvolveu o coaching e os workshops sobre competências de investigação para nos ajudar a ter sucesso nas nossas carreiras científicas. Pedimos ao Daniel que partilhasse a forma como aborda a orientação dos investigadores e aprendemos que devemos pensar de uma forma ampla acerca das nossas oportunidades e competências, assim como a importância de encontrar o nosso próprio estilo de liderança, de estabelecer prioridades e de cometer erros na investigação!

Pode falar-nos um pouco sobre si e o que o levou à criação da ScientistsNeedMore?

O meu colega Alexander Schiller e eu conhecemo-nos num workshop de soft skill para gestão profissional júnior. Durante a nossa formação em ciências naturais nós os dois atuámos e queríamos voltar aos palcos. O primeiro workshop em que pensámos foi, na verdade, trazer cientistas para palcos de teatros que iríamos alugar, e até ganhámos um prémio do grande jornal alemão “Die Zeit” por essa ideia. Mas ninguém reservou este workshop: os cientistas acharam que éramos loucos! (claro). Mas depois perguntaram-nos: “Porque não fazer um workshop normal de apresentação/ensino?”. E foi assim que, há 12 anos, começámos a ScientistsNeedMore.

De que forma a ScientistsNeedMore ajuda a melhorar a ciência para os cientistas?

Os cientistas procuram ser eficazes. Todos nós queremos aprender rapidamente e ter acesso a informações que sejam imediatamente aplicáveis no nosso quotidiano. Este desejo de eficiência tem sido a força motriz da ScientistsNeedMore desde 2011. Concebemos uma gama de recursos essenciais com as necessidades dos cientistas em mente. Os nossos participantes saem destes cursos munidos de um conjunto de competências prontas a aplicar na sua investigação!

O número de competências complementares de que os cientistas necessitam para serem competitivos na investigação parece continuar a aumentar, pode a ScientistsNeedMore ajudar-nos?

Não pensamos que o número de competências complementares necessárias esteja a aumentar, mas sim estas competências permanecem as mesmas. O que acontece é que os cientistas estão cada vez mais conscientes das vantagens destas competências e também de que é possível aprender competências através da literatura, de protocolos, de pares e de workshops.

A gestão de projetos de investigação é uma área que oferece apoio. O que é que isso implica?

A gestão de projetos é realmente uma gestão de pessoas. E isso envolve a pessoa mais difícil de gerir: nós próprios. Por isso, não treinamos apenas as ferramentas clássicas de gestão de projetos, mas também a autogestão e a gestão do tempo, que é realmente uma habilidade para definir prioridades. Uma grande mudança na minha carreira foi passar de vítima da minha lista de tarefas para um utilizador proactivo de prioridades, e é isso que gosto de partilhar nos meus workshops. 😉

Existem alguns equívocos ou mitos que os investigadores acreditam sobre a liderança ou sobre como ser um bom líder de equipa?

O maior mito que eu diria é a existência de um líder com base em carácter, ou seja, que se nasce para ser líder. Outro mito é o de que existe apenas um tipo de liderança, normalmente a liderança de tipo assertivo/carismático. Dizemos aos participantes nas nossas sessões de formação que existe, de facto, uma grande variedade de tipos de liderança (Northouse enumera 10, para além dos baseados em carácter, e essa lista não é extensa). Por isso, só tem de encontrar o estilo de liderança que se adapta a si, à sua equipa e à situação.

De que forma é que orienta os jovens investigadores para se prepararem para uma carreira académica ou uma carreira científica fora do meio académico?

Nos workshops de desenvolvimento de carreira, a pergunta que normalmente nos é feita é “Devo ficar no meio académico ou devo ir para a indústria?”. O que gostaríamos de transmitir é que as decisões de carreira não são geralmente binárias. Pelo contrário, existe um vasto leque de opções. Os académicos da investigação pública são normalmente aconselhados apenas pelos outros académicos da investigação pública que os rodeiam, o que pode resultar numa perspetiva mais limitada das opções existentes. Outro tópico que discutimos é o facto de se poder descobrir qual a carreira que melhor se adequa a si através da introspeção e do feedback, mas, em última análise, tentando (e cometendo erros).

Com base na sua vasta experiência, pode partilhar uma dica importante para os novos investigadores que estão a iniciar o mestrado ou o doutoramento?

Assuma o controlo, trabalhe o quanto quiser e não se esqueça de recarregar as baterias! Corram riscos e, acima de tudo, não tenham medo de cometer erros: é preciso aprender com os erros e seguir em frente.

Pode falar-nos da sua visão para o futuro da ScientistsNeedMore?

O recurso mais precioso da ciência são as pessoas. Queremos fazer da ciência um sítio melhor – para as pessoas! Para tal, estamos atualmente a desenvolver canais adicionais para além dos workshops que realizamos: podcasts, plataformas de aprendizagem mista e assíncrona, publicações nas redes sociais e blogues. Talvez um livro… vamos ver até que ponto a nossa definição de prioridades vai funcionar.

Agradecimentos

Gostaríamos de agradecer ao Daniel por ter partilhado a sua visão sobre as competências de investigação para cientistas e convidamo-lo a inscrever-se num próximo webinar da scientifyRESEARCH e da ScientistsNeedMore: obter financiamento com uma boa redação de subsídios !

Would you like to be featured on our blog?

Get in touch with us!

phd student funding

Sign-up for our monthly
research funding newsletter

you can unsubscribe at any time