scientifyRESEARCH
research funding database

Prémio “Revelação Científica do Ano” da Falling Walls para Start-ups

Share this post

Science Breakthrough of the year Award. Interview with Alina Mendt Project Manager. A photo at right of a man holding a microphone on a red stage.

Prefácio: Recentemente falámos com Alina Mendt, gestora de projetos da  Falling Walls Foundation, para sabermos mais sobre o Prémio Revelação Científica do Ano, mais especificamente sobre a categoria Science Start-Ups. Como o nome sugere, a Falling Walls está sediada em Berlim, mas é uma fundação que apoia a ciência e as sociedades a nível mundial. A Falling Walls foi “construída com base em experiências extraordinárias de convívio, aprendizagem e ligação a um propósito maior, enfrentando os grandes desafios deste mundo.” . A organização sem fins lucrativos defende “a liberdade de pensamento e a investigação científica e torna as ideias inovadoras acessíveis à sociedade”[1].

O prazo de apresentação de nomeações para o Prémio Revelação do Ano de 2024 termina a 1 de maio de 2024. Os vencedores serão convidados a apresentar as suas Start-ups no palco da Cimeira Científica Falling Walls, a 7 de novembro de 2024, em Berlim, na Alemanha.

Conte-nos mais sobre a Revelação Científica do Ano na categoria Start-Ups Científicas.

Falling Walls Venture é uma plataforma mundial que visa mostrar o potencial empresarial da ciência. Trata-se de um concurso que oferece um palco para empresas de base científica que transformaram com êxito ciência em negócio, demonstrando como as soluções empresariais podem ajudar a resolver os problemas mais urgentes da atualidade. Todos os anos, é premiada uma start-up  na categoria Start-Ups Científicas com o título de “Revelação Científica do Ano”, pela sua combinação de investigação de excelência com experiência profissional. O vencedor do ano passado foi uma empresa holandesa Reyedar, pioneira na criação de um dispositivo que permite detetar precocemente doenças degenerativas dos olhos e do cérebro.

Qual é o seu papel na Falling Walls?

Eu sou gestora de projetos na Falling Walls Venture. As minhas responsabilidades incluem a promoção do concurso e a gestão das nomeações e candidaturas. Coordeno o processo de seleção de Start-Ups e asseguro que as empresas de todo o mundo selecionadas possam apresentar o seu trabalho na Falling Walls Science Summit em Berlim.

Entendo que a categoria de Start-Ups é uma de várias categorias da Falling Walls. Quantas categorias há este ano?  

Atualmente, há oito categorias, incluindo Science Start-UpsScience Engagement e aWomen’s Impact Award. Na categoria de Start-Ups Científicas existem três ramos: Saúde, Sustentabilidade e Engenharia para o Futuro. É atribuído um prémio para cada ramo, com um dos vencedores a receber também o título de “Revelação Científica do Ano” na categoria de Start-Ups Científicas.

O que fizeram para tornar o programa de prémios de Falling Walls mais visível e acessível a nível mundial ?

A Fundação Falling Walls tem uma vasta rede de conexões a nível mundial de partes interessadas da ciência e academia, de diferentes setores da indústria e da política, com os quais nos relacionamos. Também investigamos e procuramos regularmente start-ups científicas para além desta rede, prestando especial atenção ao hemisfério Sul.

Existe alguma start-up que se sintam especialmente orgulhosos por terem apoiado?  

Todos os anos, encontramos muitas start-ups científicas inspiradoras e inovadoras. Uma delas é a Puna Bio, uma empresa de biotecnologia que utiliza microrganismos do deserto mais profundo e seco do mundo para desenvolver fatores de produção biológicos para a agricultura que aumentam a produtividade, reduzem as emissões de carbono e recuperam solos degradados. Pode ver a apresentação deles aqui.

O que faz com que uma candidatura seja uma ‘estrela’ na categoria de “Science Start-Ups”- que se destaque entre todas?

Normalmente, as candidaturas excecionais colocam muito ênfase no “porquê?”, o que demonstra uma paixão genuína e uma profunda compreensão de um objetivo desejado aos nossos olhos. Estas candidaturas são caracterizadas por equipas de cientistas sem medo de sonhar, equipas que partilham abertamente as suas visões de como as suas ideias podem ter um impacto positivo no mundo.

Porque deveriam as start-ups candidatarem-se?

As start-ups têm a oportunidade de aumentar o seu alcance e visibilidade globais enquanto expande a sua rede com investidores, instituições e parceiros estratégicos. Os 25 vencedores do projeto vão receber formação durante a prestigiada Falling Walls Science Summit, em Berlim, sobre como lançar e apresentar o seu trabalho a um júri distinto, a líderes mundiais e a um público selecionado.


Se este é o seu caso ou se conhece uma start-up que poderia beneficiar do nosso programa, teremos todo o gosto em receber a sua nomeação ou candidatura! Leia mais aqui.

Agradecimentos

A nossa sincera gratidão a Alina Mendt, Gestora de Projetos da Falling Walls Foundation, por dedicar tempo a esta entrevista. Obrigada à Falling Walls Foundation por todas as suas iniciativas para promover a comunicação científica a nível mundial, conexões globais de investigação e o merecido reconhecimento à investigação mais promissora do mundo.

Would you like to be featured on our blog?

Get in touch with us!

phd student funding

Sign-up for our monthly
research funding newsletter

you can unsubscribe at any time